domingo, 21 de novembro de 2010

AS HORAS


Noite fria...
As horas passam sem se importarem com os corações solitários que sonham com amores distantes.
É meia noite e o sono não vem,
Só a dor da saudade...
São quatro e o frio da madrugada faz com que a lágrima role pelo rosto gasto pelo tempo e pela solidão.
Viro na cama e um vazio assola o peito.
Onde você esta?
E as horas continuam até o romper do dia.
Mais uma noite se findou,
Menos a dor de um amor distante que nunca vem para preencher o vazio
E para aquecer o frio da madrugada.
E para juntos nos amarmos sem importa com as horas e com o tempo.
Apenas naquele momento único onde é:
Só Eu e Você

Um comentário:

  1. adorei seu blog,visita o meu ?

    http://nuvem-de-amor.blogspot.com/

    bjos *-*

    ResponderExcluir